Phenibut: Aumente sua Concentração e Bem-Estar

Phenibut: Aumente sua Concentração e Bem-Estar

Saiba mais sobre o Phenibut, um suplemento indicado para ansiedade, melhora do sono e outros benefícios para o seu bem-estar.

Nos dias de hoje, é comum a correria, excesso de preocupações, problemas financeiros e pessoais, que podem levar as pessoas a terem uma série de sintomas e doenças indesejáveis se não diagnosticadas e tratadas.

E por conta disso, a utilização de medicamentos como o phenibut, tem sido crescente. 

Um dos problemas de saúde mais recorrentes é a ansiedade, que aumentou consideravelmente nos últimos anos, conforme o avanço da tecnologia e globalização.

 E para ajudar a combatê-la, é importante a prática de exercícios físicos, meditação, uma alimentação balanceada, e claro, a ajuda de medicamentos específicos e eficazes, como é o caso do phenibut.

O phenibut é indicado para casos de ansiedade, estresse e se mostrou eficaz em outros problemas e distúrbios emocionais.

Neste artigo, será apresentado mais informações sobre o phenibut, suas indicações e os seus benefícios e efeitos positivos no organismo. Continue a leitura e aprenda mais sobre este medicamento.


O que é phenibut?

Phenibut Nootrópico

Em termos gerais, o phenibut é um "depressor do sistema nervoso central", ou seja, tem atuação direta e age para tratar os sintomas ligados ao cérebro e ao sistema nervoso.

Possui efeito ansiolítico, amenizando os sintomas de ansiedade - e problemas que em muitos casos acabam acompanhando - como insônia, medo, e etc.

O phenibut teve sua origem e desenvolvimento na Rússia, e foi introduzido e comercializado para fins médicos na década de 1960. É encontrado em alguns países, e também pode ser encontrado na internet.

Mas é importante lembrar que a automedicação nunca é indicada, é sempre bom consultar com um médico de confiança antes de ingerir a medicação.


Para que serve?

O phenibut é considerado um nootrópico, ou seja, age como um medicamento estimulador cognitivo, atuando diretamente nas funções cognitivas.

Além da sua principal indicação, que é na redução e tratamento da ansiedade e insônia, age também na melhora da memória, criatividade e na motivação.


A sua forma de ação é na redução dos níveis de estimulação no cérebro, reduzindo as taxas de disparo dos neurônios, fazendo com que aconteça um efeito calmante, reduzindo assim, a ansiedade, sendo eficaz no cérebro e em todo o corpo.

Além disso, ajuda pacientes em casos de pânico, neurose excessiva, e pessoas tensas em excesso. Confira suas principais indicações:

  1. Redução da ansiedade: Esta é a sua principal indicação, por atuar diretamente no sistema nervoso central, possui a capacidade de estabilização, melhorando gradativamente a ansiedade e os sintomas que acarretam isso;
  2. Melhora do sono e do humor: Como já mencionado, por atuar no sistema nervoso, tem a capacidade de melhorar o humor, e possui a capacidade de relaxamento, ajudando consequentemente, a adormecer e melhorar o sono em um aspecto geral.

Dosagem e como tomar o phenibut?

As dosagens, assim como qualquer medicamento, vão depender da utilização e da dosagem que foi indicada pelo médico.

Dependendo da indicação, as doses diárias geralmente são de 65 a 400 mg, podendo variar esta dosagem, sendo maior ou menor.

Este medicamento é encontrado em forma de comprimido, e em casos extremos, pode-se encontrar aplicações intravenosas, mas apenas em casos isolados e com indicação médica. 

Para a melhora do funcionamento cognitivo

Como já mencionado, por conter uma ação nootrópica, este medicamento possui efeito direto nas capacidades cognitivas, além de melhorar o humor, atenção, aumento do nível de aprendizado e da memória.

Para estes casos, a dose diária deve ser de um a dois comprimidos diários, variando de 50 a 500 mg. 

Para reduzir os sintomas de ansiedade

Para ter os efeitos esperados quanto a diminuição do quadro da ansiedade e do stress, o mais indicado neste caso, é a dosagem diária de 65 a 500 mg, duas vezes ao dia.

Se for uma dosagem mais forte, pode-se consumir uma vez ao dia, de preferência à noite. 


Benefícios

O uso indicado e controlado deste medicamento conhecido como phenibut, pode trazer diversos benefícios, principalmente em problemas que atingem o cérebro e em problemas que atingem o sistema nervoso central. 

Todos os seus benefícios, no geral, tirando alguns casos em específico, agem em problemas relacionados à mente, como estresse, falta de atenção e concentração e etc, melhorando gradativamente estes sintomas.

Além de ter diversos estudos que demonstram sua eficácia contra a ansiedade, o phenibut, pode ser útil em outros problemas, como:

  • Auxiliar no tratamento de epilepsia: Isso também é devido a sua ação tranquilizante, amenizando os sintomas e quadros de epilepsia;
  • Melhora a memória e a concentração: Como já mencionado, esta ação se dá por seu efeito nootrópico, que está totalmente ligado a melhora do funcionamento do cérebro, concentração, humor, disposição e etc;
  • Diminui quadros de tensão e stress excessivo: Age de maneira semelhante em casos de ansiedade, dando a sensação de tranquilidade e bem estar. Melhorando a qualidade do sono;
  • Serve como tranquilizante: Em alguns estudos realizados, houve diversos resultados positivos, apontando este medicamento como eficaz no tratamento do excesso de nervoso e agitação em pessoas idosas, auxiliando no relaxamento;
  • Ajuda no relaxamento e sono: Para usufruir destes benefícios, é preciso contar com uma dosagem apropriada para esta finalidade, tomando antes de dormir, pode-se obter este benefício, melhorando a qualidade do sono, e em consequência, maior disposição no dia seguinte;
  • Possui efeito cardioprotetor: Isso significa que o uso deste medicamento aumenta a capacidade de dilatação e contração dos músculos cardíacos, fazendo com que a circulação de sangue ocorra melhor, agindo significamente para o relaxamento e bom funcionamento da corrente sanguínea ligada ao coração.

Perguntas frequentes

É comum surgir dúvidas referente ao uso do medicamento phenibut, a seguir, veja quais as dúvidas mais frequentes quanto a sua utilização:


  • Para que o Phenibut é indicado?

É indicado para casos de ansiedade, falta de concentração, medo, insônia e distúrbios do sono, e tensão em excesso.


  • Qual a posologia indicada?

Deve ser de uso diário, entre 65 a 400 mg ao dia, dependendo da indicação médica e qual o tipo de tratamento que o paciente está realizando. 


  • Pode haver efeitos colaterais?

Sim, os efeitos mais comuns são sonolência em excesso, geralmente acontece mais em pacientes idosos, outros efeitos são náuseas, tonturas, alterações gastrintestinais e sensação de cansaço.


  • Existe contraindicação?

Não deve ser misturado com álcool e com alguns tipos de medicamentos, podendo causar reações adversas, portanto, procure um médico, para se certificar que o medicamento não irá interferir com outros medicamentos, não consuma por conta própria.

É preciso se atentar, pois o uso do phenibut não deve ser misturado a outros medicamentos gabaérgicos. 


Posts Relacionados