Fluoxetina: Tudo Sobre Esse Poderoso Antidepressivo

Fluoxetina: Tudo Sobre Esse Poderoso Antidepressivo

A Fluoxetina é um excelente antidepressivo, porém, o seu efeito colateral é a alteração do apetite, o que auxilia na perda de peso. Veja no artigo abaixo como ela atua no organismo e a melhor forma de usar.

Os distúrbios psicológicos vem afetando cada vez mais pessoas em todo o mundo. De acordo com os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o segundo país que mais apresenta esses casos.

Esse tipo de problema não é brincadeira. Além de reduzirem a qualidade de vida, muitas vezes pode levar até mesmo à morte.

Por isso, cresce cada vez mais a assistência a esse tipo de doença.

A fluoxetina é um medicamento que pode ajudar nessa luta. Ela é um antidepressivo que age inibindo a reabsorção da serotonina. Melhorando o humor, regulando as emoções.

Ela também tem grande ação sobre nosso sono e nosso apetite. Se você quiser saber mais sobre a fluoxetina e seus usos acompanhe.

O que é fluoxetina?

Como já mencionado a fluoxetina ou cloridrato de fluoxetina, é um antidepressivo da categoria ISRS.

Além de poderoso aliado a depressão, ele também é utilizado para tratar outros distúrbios como:

  • TPM;
  • Bulimia;
  • Fibromialgia;
  • Sindrome do panico;
  • Transtorno afetivo bipolar;
  • TOC (transtorno obsessivo-compulsivo).

Esse é um medicamento que vem sendo usado a muito tempo, sendo um dos mais antigos da categoria.

Ele tem resposta aparentemente rápida, demorando entre 15 e 20 dias para se tornarem evidentes. Seu uso necessita de acompanhamento e prescrição médica.

Como ela atua?

Este medicamento é um inibidor da recaptação de serotonina.

Ou seja, ele evita a reabsorção desse neurotransmissor, fazendo com que permaneça por um período maior agindo no cérebro, estimulando por mais tempo a comunicação entre neurônios.

A serotonina é responsável por controlar nossas emoções, nosso apetite, sono sono e nosso humor.


Quando seis níveis são reduzidos podemos apresentar mudanças de comportamento, alteração de humor e problemas no sono. Além disso, podemos apresentar distúrbios alimentares.

Modo de uso

A fluoxetina é tomada em uma dose diária. Ela não é influenciada pela alimentação, por isso, pode ser tomada a em qualquer horário.

Sua dosagem efetiva costuma ser de 20mg, podendo variar de acordo com a necessidade, por exemplo:

  1. Para bulimia nervosa: a dose já é maior, 60mg por dia;
  2. Para TOC: a dosagem pode variar entre 20mg e 60mg por dia;
  3. Para depressão: costuma-se ser utilizada uma dosagem de 20mg por dia;
  4. Para TPM: a dose recomendada é de 20mg ao dia, porém ela pode ser tomada de duas maneiras. Durante todos os dias do ciclo menstrual ou com início 14 dias antes do começo previsto da menstruação, até o primeiro dia do fluxo menstrual, sendo repetida sempre a cada ciclo.

É importante se lembrar que é recomendado que a dose não seja superior a 80mg por dia.

A fluoxetina e o emagrecimento

Uma dúvida muito comum entre as pessoas, é se a fluoxetina emagrece. Apesar de agir sobre o apetite, esse não é um medicamento utilizado como emagrecedor.

Ele pode sim influenciar sobre nosso peso, mas não é sábio afirmar que será a favor da perda de peso, sua alteração pode ser tanto no ganho como na perda.


Isso porque, muitas pessoas com distúrbios psicológicos tendem a apresentar uma compulsão alimentar, quando tratada, ela diminui a quantidade de comida, o que gera a perda de peso.

Mas o contrário também é muito comum, pessoas depressivas, muitas vezes sofrem com a perda do apetite, quando tratada, ela volta a comer a quantidade normal, o que gera ganho de peso.

Contraindicações e efeitos colaterais

Este medicamento é contraindicado para pessoas alérgicas a qualquer substância contida em sua composição, além de gestantes e lactantes.

É importante se atentar as pessoas que apresentam algumas dessas condições:

  • Epilepsia;
  • Diabetes;
  • Glaucomas;
  • Problemas cardíacos;
  • Uso de antidepressivos e outros medicamentos.

FAQ

  • A fluoxetina pode causar infertilidade?

Com base nos estudos feitos, não há evidências de danos à fertilidade.


  • Esse medicamento é tarja preta?

Sim. Por isso sua venda só é feita com apresentação de prescrição médica.


  • Pode causar insônia?

Sim. A fluoxetina costuma causar insônia quando é ingerida a noite, por esse motivo os médicos que prescrevem esse tratamento recomendam que seu uso seja após o café da manhã. Estudos mostram que em apenas 3% dos casos a Fluoxetina causa sonolência.


  • Causa queda de cabelo?

A queda do cabelo não é uma reação comum por conta do uso de fluoxetina.

Deve-se levar em conta que a ansiedade e o stress podem ocasionar esse problema, tratando esses distúrbios, muito provavelmente seu cabelo volta a crescer normalmente.


  • Fluoxetina corta o efeito do anticoncepcional?

Não. Assim como o uso de anticoncepcionais não altera o efeito da fluoxetina.


  • Pode beber com o uso deste suplemento?

Apesar de não se ter interações perigosas ao relacionar bebidas alcoólicas à fluoxetina, é desaconselhável mistura-las.

Esse é um medicamento para tratar distúrbios psicológicos, e esses distúrbios podem piorar com o uso frequente de álcool.


  • Pode tomar fluoxetina junto com sibutramina?

Essa interação deve ser evitada. Por os dois serem inibidores da recaptação de serotonina, podem desencadear a síndrome serotoninérgica, que é o excesso dessa substância no organismo.


Conclusão

Os distúrbios psicológicos afetam diversas pessoas. A fluoxetina pode ser uma grande aliada nessa luta.

Por ser um antidepressivo de categoria ISRS, ele pode trazer benefícios como o controle das emoções e melhora no humor. Podendo ser tratamento para diversas doenças.

E lembre-se, este é um medicamento que precisa de acompanhamento e prescrição médica.

Posts Relacionados