Amora Negra: Repositor Hormonal Natural Feminino

Amora Negra: Repositor Hormonal Natural Feminino

Além de ser um fruto encontrado em abundância no Brasil, a amora negra possui algumas propriedades muito interessantes. Veja quais são a seguir e descubra como utilizar esse componente natural.

Além de ser um fruto encontrado em abundância no Brasil, a amora negra possui algumas propriedades muito interessantes. Veja quais são a seguir e descubra como utilizar esse componente natural.

Há muito tempo utilizada como fitoterápico na Europa, a amora negra é o fruto de uma planta que se adaptou perfeitamente em terras brasileiras.

Como usar Amora Negra

Além disso, até mesmo as folhas dessa árvore são aproveitadas e trazem benefícios para a saúde, como proporcionar bem-estar e trazer energia.

Apesar de se proliferar com facilidade, a amora negra demonstrou grande eficácia principalmente contra os sintomas da menopausa.

Devido à sua riqueza em nutrientes, muitos usos são atribuídos à essa planta. Conheça mais sobre a amora negra a seguir.

O que é amora negra?

A amora negra, ou Morus nigra L. como é cientificamente chamada, é uma das variedades de amora que existem.

A amoreira-preta, como também é chamada, pertence à família Moraceae, como a figueira, e é bem mais comum que a amoreira-branca, uma espécie recorrente na China.

Apesar de ser originária de regiões subtropicais e temperadas da Ásia, África e da América do Norte, essa árvore frutífera se adaptou de forma impressionante ao clima tropical do Brasil.

Em algumas cidades como Curitiba, no Paraná, existe um decreto que proíbe seu plantio, pois se disseminou tanto que é considerada uma espécie invasora.


Todavia, é uma fruta muito saborosa, sendo bastante utilizada na cozinha para o preparo de doces.

Mas tanto o fruto quanto as folhas da amoreira possuem um uso menos conhecido que o alimentício, que é como um fitoterápico de grande poder curativo. Entenda melhor a seguir.

Para que serve?

Além de ser muito apreciada como alimento, a amora negra também existe como suplemento nutricional.

Por ser muito rica em compostos fenólicos, flavonoides, isoflavonas e vitaminas A, E e C, tem muitas funções terapêuticas que estão apresentadas logo a seguir.

  1. Estimular os hormônios femininos: A amora negra possui isoflavonas, substâncias semelhantes aos hormônios presentes nos ovários. Por isso, ajuda a diminuir significativamente os incômodos causados pela chegada na menopausa; 
  2. Baixar o índice glicêmico: Ótima principalmente no caso de pessoas diabéticas, a amora negra auxilia na diminuição do nível de açúcar no sangue. Isso acontece por causa dos compostos fenólicos e flavonóides;
  3. Prevenir o câncer: Por causa do ácido elágico, um dos compostos fenólicos, e da alta concentração de flavonóides, a amora negra é uma alternativa natural para evitar que células cancerígenas se formem;
  4. Proteger órgãos vitais: O pigmento antocianina aumenta o nível de colesterol bom, preservando o coração; já os flavonóides também têm ação hepatoprotetora, cuidando do fígado. Ambas as substâncias estão presentes em grande quantidade no fruto da amoreira-negra;
  5. Auxiliar no funcionamento do intestino: A amora negra contém fibras e outras propriedades laxativas, o que ajuda a melhorar o trânsito intestinal;
  6. Recuperar o sistema imunológico: Por ser muito rica em vitamina A, a amora negra possui um papel importante no aumento da imunidade. Assim, impede o desenvolvimento de doenças infecciosas.

Doses e como tomar

Como dito anteriormente, a amora negra também pode ser encontrada na forma de suplemento nutricional. Assim, o mais comum é que seja comercializada em cápsulas de 300 mg e 500 mg.

A amora negra pode oferecer uma gama de benefícios para o organismo sem causar os conhecidos efeitos colaterais dos medicamentos comuns.

Como repositor hormonal, que é a sua função mais usual, laxante ou com qualquer outra finalidade, as doses indicadas geralmente são as mesmas.

Uso diário

Existe uma pequena variação na dose diária recomendada por fabricantes do suplemento de amora negra. Por dia, é necessário ingerir 1 cápsula de duas à três vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições. 

Além disso, também há diferença no volume das cápsulas de um fabricante para outro, podendo ser de 300 mg a 500 mg.

Por esse motivo, a melhor opção é conversar com um profissional da saúde antes de começar a suplementar com amora negra.

Benefícios

Uma série de pesquisas feitas com a amora negra evidenciaram suas propriedades incríveis, fazendo com que ganhasse um uso mais frequente, diferente do alimentício.

E apesar de ter perdido espaço na medicina regular, cada vez apresenta mais vantagens. Veja quais são seus benefícios logo abaixo.

  • Melhora nos sintomas da menopausa: As propriedades presentes na amora negra são responsáveis pela redução significativa nos efeitos trazidos pela menopausa, como os calores noturnos intensos;
  • Controle do açúcar no sangue: Para pessoas saudáveis, a amora negra é um bom aliado na prevenção de diabetes. Mas para quem infelizmente já possui essa disfunção, ela pode auxiliar na regulação da glicemia e evitar  o agravamento da doença;
  • Mais proteção para as células: O efeito antioxidante da amora negra ajuda no combate aos radicais livres que oxidam as células de forma acelerada, evitando assim o surgimento de câncer;
  • Menor chance de desenvolver patologias: A amora negra auxilia na prevenção contra doenças do coração e fígado, principalmente. Disfunções em órgãos vitais são bastante perigosas, podendo ser até fatais, por isso evitá-las é de suma importância;
  • Melhor funcionamento do intestino: A grande quantidade de fibras presentes no fruto da amoreira-negra é muito benéfica para quem sofre de prisão de ventre. Assim, seu uso pode acabar com o desconforto intestinal causado por esse distúrbio;
  • Imunidade mais forte: A  amora negra também é ótima para fortalecer o sistema de defesa do organismo, tornando o corpo menos suscetível a doenças causadas por vírus e bactérias.

Perguntas frequentes

Embora o uso de amora negra na medicina não convencional seja milenar, ainda há desconfiança sobre sua função como suplementonutricional. 

Por outro lado, já existem inúmeras pesquisas que comprovam os efeitos positivos da amora negra para a saúde.

Então, veja a seguir quais são as principais questões que podem ainda deixar dúvidas.

  • A amora negra pode causar aborto?

Não existem evidências de que o suplemento de amora negra cause contrações uterinas em mulheres grávidas. Portanto, o cuidado deve existir no consumo de chás com a folha in natura da amoreira.


  • A amora negra auxilia no emagrecimento?

A amora negra não é usada como emagrecedor e nem existem pesquisas que comprovem esse efeito.

Mas nem o fruto e nem o suplemento nutricional dificultam a perda de peso, portanto não são contraindicados para quem tem esse objetivo.


  • Quais os efeitos colaterais do uso de amora negra?

O uso correto de amora negra não apresenta efeitos colaterais. Mas em alguns casos como o excesso ou sensibilidade à substância pode ocasionar em gases, dor abdominal e diarréia, este último efeito se deve principalmente ao efeito laxativo que a amora negra causa.


  • Quais são as contraindicações para o uso de amora negra?

O ideal é que o suplemento de amora negra não seja consumido por gestantes, lactantes e crianças menores de 3 anos.

Mas por via das dúvidas, não deixe de consultar um profissional especializado antes de ingerir qualquer medicamento ou suplemento nutricional.


Posts Relacionados